CONTATO

  • (49) 3323-5177
  • (49) 3323-2122
  • (49) 3323-0516

Destaque

Fotografia destaque

19/01/2018

Cinco casos suspeitos de febre amarela estão sendo investigados em Santa Catarina, segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica

Últimas
da
Chape

Santa Catarina registra três mortes após temporais

Notícia postada em 12/01

Após apresentar o dobro do volume previsto de chuvas para o mês de janeiro nas últimas 48 horas, o estado de Santa Catarina continua em alerta para os danos causados e para possíveis novos temporais. Até o momento, três pessoas morreram em decorrência dos desastres e uma está desaparecida.

A expectativa de chuvas para o mês na capital catarinense, região mais crítica, era de 200 milímetros. Com o aumento dos temporais, em especial na noite de ontem (10), o volume pluviométrico de Florianópolis já atingiu os 400 mm.  Dois óbitos foram registrados na capital: o de um homem que fazia a limpeza de um bueiro durante a madrugada, que faleceu após cair e sofrer traumatismo craniano, e um cidadão que tentava atravessar uma enxurrada foi levado pelas águas.

Em Balneário Camboriú, um homem está desaparecido após ter sido sugado por um bueiro. Já ontem, no município de São João Batista, uma menina de 7 anos morreu após uma árvore cair na casa onde ela estava. A irmã dela, de 13 anos, ficou ferida, mas não corre risco de morrer.

Ao todo, 20 cidades de Santa Catarina estão em estado de alerta. Os últimos boletins emitidos pela Defesa Civil informam previsão de pancadas de chuva moderadas a fortes e condições de chuva persistente. A principal preocupação é com os deslizamentos de terra. O Corpo de Bombeiro pode ser acionado no 193, e a Defesa Civil, pelo 199.


Redação Clic RDC

Conteúdo disponível sob Licença Creative Commons     |     Desenvolvido por Infoway Soluções em Informática