CONTATO

  • (49) 3323-5177
  • (49) 3323-2122
  • (49) 3323-0516

Destaque

Fotografia destaque

11/12/2017

Não existe falta de combustível em Chapecó. “É boato”, destaca o presidente Sindipostos, Sérgio Galli, sobre informações das redes sociais

Últimas
da
Chape

Comentário Ivan Carlos

Notícia postada em 04/12

SIMPLESMENTE SURPREENDENTE!

 

E não foi somente no jogo de ontem, a Chapecoense surpreendeu na temporada.

Como sempre para a Chape é na dificuldade. Foi um ano difícil, de altos e baixos, de desconfiança mas com expectativa. O time encaixou na hora certa e por isso hoje pode comemorar a conquista dos objetivos na temporada.

Como disse o Gilson Kleina: “É resultado de um verdadeiro mutirão, cada passo e cada vitória, tudo dividido pelas várias mãos e sempre com apoio total e incondicional da torcida. Saímos do maior calendário da história garantindo mais um ano cheio, entre os clubes com maior número de competições para 2018.

Daria um livro fôssemos escrever tudo o que vimos, vivemos e transmitimos da Chapecoense neste ano. Fatos incríveis aconteceram. A Chapecoense com certeza foi abençoada, acompanhada de perto pelo todo poderoso. Com muito trabalho, muita fé, e sem desistir nunca, o clube como um todo deu a volta por cima.

Valeu Chape! Que venham Catarinão, Primeira Liga, Pré Libertadores, Copa do Brasil (a partir das oitavas), e Série A do Brasileiro. Ah! Pode dar também Sul Americana caso não passe pela primeira fase da Pré-Libertadores.

 

É PRECISO RECONHECER. QUEM FICOU, ASSUMIU, E FEZ.

 

É preciso lembrar neste momento daqueles que assumiram a Chape nos piores momentos de sua história. A partir do vice Ivan Tozzo, que com o passamento do Sandro Pallaoro administrou toda a crise inicial e deu os primeiros passos para a reconstrução. Depois, o Maninho juntamente com os demais dirigentes que tiveram a coragem de dar prosseguimento aos projetos até então arquitetados. A nova equipe montada deu conta do recado. Todos souberam ouvir e absorver as criticas que na maioria das vezes foram construtivas, no intuito de alertar para que acertassem o que estava errado. E é preciso também agradecer e reconhecer o mutirão de clubes, entidades e pessoas que auxiliaram na reconstrução. Quantos jogadores só vieram graças as parcerias?! Que bom que deu certo no ano em que a permanência era de fundamental importância para cicatrizar as feridas e reorganizar o clube como um todo.  Valeu Chape! Agora é comemorar e já iniciar o trabalho pois vem ai mais um ano de provações e, desta vez, sem tanta comoção. Muitos dos que nos ajudaram voltarão a ser adversários.

 

LANCES:

 

*Chapecoense. Único Clube de Santa Catarina na Série A do Brasileiro.

*E o Gol do Tulio de Melo garantiu o Mancini na Série A. Que bom. Justo!

*Alguém duvida que esta Chape seja o time o Céu? É um Clube abençoado!

 

 

 

 

 

 

 

 

Conteúdo disponível sob Licença Creative Commons     |     Desenvolvido por Infoway Soluções em Informática