CONTATO

  • (49) 3323-5177
  • (49) 3323-2122
  • (49) 3323-0516

Destaque

Fotografia destaque

14/11/2017

Chape vence o Santos por 2 a 0 e abre oito pontos do Z-4. Os gols do verdão foram marcados por Wellington Paulista e Arthur Caike

Últimas
da
Chape

Fugir do Z4? Sul-Americana? Libertadores? Qual o real objetivo da Chapecoense na reta final do Brasileirão?

Notícia postada em 14/11

A Chapecoense está a uma vitória de garantir a permanência na primeira divisão do ano que vem. Na quinta-feira, o Verdão recebe o Vitória na Arena Condá, às 20h, e pode selar de vez objetivo principal da temporada: ficar na Série A para 2018.

Após a vitória de ontem contra o Santos, o Verdão abriu oito pontos em relação a Sport e Ponte Preta, que estão com 36 pontos na zona do rebaixamento. Se a Chape vencer quinta, e estas duas equipes tropeçarem, a torcida em Chapecó poderá fazer festa e carreata para comemorar oficialmente a permanência na primeira divisão, com já fez ontem nas ruas da cidade.

O objetivo está praticamente alcançado. Mas matematicamente ainda não. Se depender do torcedor, não restam dúvidas que a Chapecoense já garantiu a permanência. Mas, oficialmente, quinta-feira pode ser o dia da comemoração, diante o torcedor, na Arena Condá, e com muita festa.

Por outro lado, já se pensa também em uma vaga na próxima Copa Sul-Americana. Isso por que, se o campeonato terminasse hoje, a Chapecoense estaria classificada para a competição em 2018. O Verdão está em 13º, e garantiria, no momento, a última vaga brasileira na competição continental.

E, por que não, pensar em Libertadores também? Caso o Flamengo conquista e Sul-Americana, e o Grêmio a Libertadores, o Brasileirão vira um G9, e a Chape ficaria mais perto de conquistar uma vaga pelo menos nos Play-Offs da competição mais importante da América do Sul, a Taça Libertadores da América.

Um passo de cada vez. Primeiro a permanência na elite, depois, buscar a Copa Sul-Americana, para, daí, quem sabe, sonhar com uma vaga na próxima edição da Taça Libertadores. Mas uma coisa é certa: o torcedor verde e branco está feliz da vida.

 

Conteúdo disponível sob Licença Creative Commons     |     Desenvolvido por Infoway Soluções em Informática