CONTATO

  • (49) 3323-5177
  • (49) 3323-2122
  • (49) 3323-0516

Destaque

Fotografia destaque

23/10/2017

Chape aproveita as chances de gol, vence o fluminense por 2 a 0 e abre cinco pontos do Z-4

Últimas
da
Chape

Situação das rodovias

Notícia postada em 11/08

A Confederação Nacional do Transporte - CNT divulgou, nesta quinta-feira  em seu site, o estudo Transporte Rodoviário – desempenho do setor, infraestrutura e investimentos.

É a primeira análise da série histórica da Pesquisa CNT de Rodovias compreendendo o período de 2004 a 2016.

O estudo avalia a evolução da qualidade da infraestrutura, os investimentos no setor e propõe ações para solucionar os entraves identificados.

Na análise o estado geral das rodovias públicas federais melhorou 24 pontos percentuais, passando de 18,7% com classificação ótimo ou bom, em 2004, para 42,7%, em 2016.

Apesar da evolução da qualidade, 57,3% das rodovias públicas avaliadas ainda apresentam condição inadequada ao tráfego.

Na avaliação da CNT, o histórico indicando que mais da metade dos trechos pesquisados estão inadequados demonstra a falta de priorização de investimentos em infraestrutura de transporte, ao longo dos anos, apesar de a maior parte das cargas brasileiras e dos passageiros ser transportada por esse modal.      

Como parte da solução dos problemas persistentes nas rodovias, a Confederação Nacional do Transporte propõe maior participação da iniciativa privada em obras de infraestrutura, oferta de segurança jurídica e condições atraentes para os investidores, diversificação das formas de financiamento, transparência e eficiência na comunicação do governo com o setor privado.

Segundo a CNT, também é preciso definir regras de priorização dos investimentos, alinhando os empreendimentos selecionados para receber recursos públicos com os objetivos do setor.

Outra medida apontada pela Confederação é a exclusão da Cide-combustíveis da base de incidência da DRU - Desvinculação de Receitas da União, como forma de garantir mais investimentos em infraestrutura de transporte.

Conteúdo disponível sob Licença Creative Commons     |     Desenvolvido por Infoway Soluções em Informática