CONTATO

  • (49) 3323-5177
  • (49) 3323-2122
  • (49) 3323-0516

Destaque

Fotografia destaque

24/05/2017

A Chapecoense perdeu os três pontos conquistados na partida contra o Lanús, pela Libertadores da América

Últimas
da
Chape

60% dos incêndios acontecem em casas

Notícia postada em 20/04

Um levantamento realizado pela Divisão de Perícias de Incêndio do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina aponta que 60% dos incêndios em edificações, no ano passado, aconteceram em residências unifamiliares, ou seja, em casas. Dos 1.311 casos de incêndios em edificações investigados, 781 atingiram moradias que, pela legislação, não são objetos de fiscalização do Corpo de Bombeiros Militar para serem construídas.

O número é alarmante se considerarmos que apenas 84 casos foram registrados em residências multifamiliares, ou seja, em condomínios, os quais necessitam de vistorias e de aprovação prévia de projetos preventivos contra incêndios. Outro dado interessante é que em quase 69% dos casos, o fogo começou por interferência humana, seja esta de forma direta, geralmente com dolo, ou indireta, neste caso, por negligência, imperícia ou imprudência nas instalações elétricas ou uso inadequado de eletrodomésticos nas casas, por exemplo.

Os casos mais comuns, detectados nos casos periciados é o início das chamas e sua propagação a partir de descuidos relacionados com o manuseio de fogões à lenha, fósforos, além de velas esquecidas acesas, e ainda incêndios gerados por crianças não supervisionadas que brincavam com fogo. Situações ligadas a problemas com eletricidade como superaquecimento de aquecedores elétricos, de sobrecargas elétricas e curtos-circuitos em tomadas, ventiladores, máquinas de lavar roupas, chuveiros e geladeiras, vêm logo em seguida como os principais causadores de incêndios.

#Bombeiros #CBMSC #Chapecó #SuperCondáAM

Conteúdo disponível sob Licença Creative Commons     |     Desenvolvido por Infoway Soluções em Informática