Facebook
FoneFone: (49) 3361-3110

64,6% da população adotou o distanciamento social, estratégia recomendada pelo Ministério da Saúde.

Com dados de localização, coletados dos celulares, a Polícia Militar de Santa Catarina acompanha o número de catarinenses em isolamento, desde o início das medidas restritivas em combate ao novo coronavírus.

Em 18 de março, primeiro dia de validade do decreto estadual, 62% das pessoas dessas áreas monitoras não tiveram grandes movimentações.

A última semana registrou 64,6% da população que adotou o distanciamento social, estratégia recomendada pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a Polícia Militar, o monitoramento do grau de isolamento social, usando uma tecnologia que mapeia a localização de mais de um milhão e meio de celulares de Santa Catarina e que mede quantas pessoas se deslocam nesse período, do seu endereço original por mais de três horas, integram a base de dados da In Loco.

A empresa fornece um sistema de geolocalização presente em aplicativos instalados em cerca de 60 milhões de celulares no país.

A companhia destaca que não há envio de dados individuais e que as informações serão apagadas após o fim da pandemia.

Os governos têm acesso aos mapas (com a localização) e recebem estatísticas. Não é possível identificar os usuários.

Em Santa Catarina, os dados são analisados em conjunto com outras ferramentas de tecnologia que já estavam à disposição.



NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter para receber as novidades da nossa Super Condá!


Fale conosco

Entre em contato conosco, envie suas sugestões.

(49) 3361-3110
(49) 3361-3120